O ESPORTE DE ASSU E REGIÃO, OBRIGADO PELA VISITA

domingo, 22 de janeiro de 2017

Clássico Rei termina com vitória do ABC



Natal, RN, 22 (AFI) - O Clássico Rei deste domingo ficou ameaçado de não acontecer porque a Polícia Militar pediu, na última sexta-feira, o adiamento do jogo devido o motim de presos na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na região metropolitana de Natal. No entanto, a partida acabou acontecendo e quem compareceu na Arena das Dunas viu a vitória do ABC sobre o América-RN de forma emocionante, pela contagem mínima. No primeiro tempo, o Mais Querido foi superior e mereceu ir para o vestiário vencendo por 1 a 0. Aos 25 minutos, Romano acertou uma linda cobrança de falta no ângulo do goleiro adversário, que chegou a tocar na bola, mas não o bastante para evitar o gol. Já na etapa final, o Mecão pressionou em busca do empate, acertou uma bola na trave depois de uma linda bicicleta de Dija Baiano. No rebote, Jean Patrick mandou pela linha de fundo. Aos 49 minutos, Dija Baiano foi derrubado por Romano dentro da área, mas Jussimar cobrou nas mãos de Edson e desperdiçou a oportunidade de empatar.
AINDA INVICTO
Ainda invicto na Copa Cidade de Natal, o ABC está na liderança isolada, com sete pontos - duas vitórias e um empate. O América estacionou nos quatro e viu o rival disparar, ficando em terceiro lugar, atrás também do Baraúnas, que tem a mesma pontuação e leva vantagem no saldo de gols (2 contra 0). Neste domingo, apenas 4.333 - 3.571 pagantes e 762 não pagantes - compareceram na Arena das Dunas, talvez por conta da violência que está tomando conta do Rio Grande do Norte, devido ao motim na penitenciária. A partida só aconteceu porque o governador Robinson Faria garantiu segurança ao presidente da Federação Norte Rio-Grandense de Futebol (FNF), José Vanildo da Silva.
Fonte: Futebol Interior.com.br

Felipe Surian estuda rival e planeja segunda vitória no América-RN

O América-RN chega para o Clássico Rei deste domingo com a confiança elevada após a vitória sobre o Potiguar de Mossoró, a primeira do técnico Felipe Surian no Alvirrubro. No terceiro jogo à frente da equipe, o treinador encara o rival ABC, o que deixa o ambiente da partida ainda mais importante. Para conter a pressão do clássico e vencer o adversário, Surian revelou que observou Alvinegro nas duas primeiras partidas, na vitória sobre o Globo FC e no empate sem gols com o Baraúnas. Assisti aos dois jogos do ABC, contra o Globo FC e Baraúnas. Nesse último, infelizmente não dá para ter muito parâmetro da qualidade do ABC, por causa do gramado (do Estádio Edgarzão, na cidade de Assú), mas deu para observar a disposição tática da equipe - contou o treinador.
América-RN - Felipe Surian, técnico (Foto: Canindé Pereira/América FC/Divulgação) 
Surian busca informações do ABC para conter adversário no domingo
(Foto: Canindé Pereira/América FC/Divulgação)
LEIA MAIS
>> Daniel Morais passa por artroscopia e Raul é vetado pelo DM do América-RN
Para o clássico na Arena das Dunas, o Mecão conta com a volta do meia Marcos Júnior, que cumpriu suspensão na última partida. Por outro lado, o time sofre o desfalque do atacante Raul, que sofreu uma lesão na coxa direita e foi vetado pelo departamento médico. Outro jogador que vai ficar no DM por um período maior é o atacante Daniel Morais, que ainda não estreou pelo Mecão por conta de uma artroscopia no joelho esquerdo. Na última partida, Michel Cury atuou no lugar de Marcos Júnior e apresentou um bom futebol, o que pode complicar as escolhas de Surian de forma positiva. Para manter o mistério, a comissão técnica decidiu não divulgar a lista dos jogadores relacionados para o confronto na Arena das Dunas. Ganhamos a volta do Marcos Júnior, que cumpriu suspensão e está a apto a entrar na partida, mas ele tem concorrentes na posição e só amanhã (sábado) vou definir esse meio-campista. O Raul sofreu uma pequena lesão no músculo posterior da coxa e está de fora. A gente perde essa atleta, mas ganha outro e o futebol é assim. Cada jogo é uma surpresa e eu espero que apareçam surpresas positivas das próximas vezes - completou.
Por Natal

sábado, 21 de janeiro de 2017

Geninho sofre com desfalques para montar o ABC para o Clássico Rei

O ABC encerrou a preparação para o clássico contra o América-RN, marcado para esse domingo, às 16h, na Arena das Dunas. Neste sábado, os jogadores participaram de "rachão" no Frasqueirão e seguem em regime de concentração. Na sexta, o elenco participou de um treinamento e o técnico Geninho ficou com muitas dúvidas para montar a equipe. O Alvinegro sofre com cinco ausências - os zagueiros Léo Fortunato e Vinícius, que estão machucados, e Tiago Sala, expulso contra o Baraúnas; e Gegê e Echeverría, que ainda não estão regularizados e seguem de fora - e ainda tem a dúvida do meia Erivélton, que sentiu dores e também não participou da atividade em campo. Sem contar com três zagueiros, Geninho tem a opção de utilizar Márcio Passos na defesa, que na partida contra o Baraúnas substituiu Fábio Gama. O meia, por sinal, deve ter uma nova chance entre os titulares ao lado de Erivélton, para armar as jogadas de criação. Caso Erivélton fique de fora da partida, as outras opções para o setor são Arez, Chiclete e Jardel. Outra possibilidade é armar o ataque com três jogadores, promovendo a entrada de Túlio Renan ao lado de Dalberto e Nando.
ABC - Geninho, técnico (Foto: Andrei Torres/ABC FC/Divulgação)Geninho quebra a cabeça para definir time que entra em campo no Clássico Rei
(Foto: Andrei Torres/ABC FC/Divulgação) 
Eu acho que você tem que trabalhar com o grupo que tem na mão. Estou com alguns problemas porque outros jogadores não foram inscritos, como o Eche e o Gegê. Tenho três zagueiros praticamente fora, dois por lesão, o Léo Fortunato e o Vinícius, e o Tiago Sala, expulso. Estou trabalhando com o que tenho para ver o que podemos fazer nessa situação. Qualquer um que estiver no grupo pode participar quando surgir a chance, cabe a eles aproveitarem a oportunidade dada pelo treinador - disse. O Clássico Rei está marcado para às 16h deste domingo, na Arena das Dunas. Anteriormente, o jogo estava marcado para às 19h15 do sábado, mas a Federação Norte-Rio-Grandense adiou a partida. Nesta sexta-feira, a FNF chegou a adiar a partida, por recomendação da Polícia Militar, mas voltou atrás após a garantia de segurança dada pelo Governo do Estado. O horário das 16h é bom. Domingo a tarde é horário de futebol. Espero que a gente tenha um bom clássico, sem confusão e temores. Que seja um bom jogo - completou Geninho.
Por Natal

Depois de Nogueirão liberado, Potiguar pede novo adiamento do clássico

(Foto Marcelo Diaz/ACDP)
Com o Nogueirão liberado, depois de três meses interditado pelo Corpo de Bombeiros, o torcedor já conta as horas para voltar ao estádio. Apesar do desfecho positivo, o torcedor terá de esperar um pouco mais por esse reencontro. É que o Potiguar, mandante do jogo contra o rival, Baraúnas, através do seu presidente, Marco Fernandes, temendo o pouco espaço de tempo para uma nova mudança para promover o confronto, enviou pedido no final da tarde desta sexta-feira (20) à FNF, solicitando o adiamento da partida. A data sugerida pela diretoria alvirrubra é 5 de fevereiro, quando ambos folgam na tabela. Em entrevista ao repórter Ubiratan Saldanha, da 93 FM, na noite desta sexta-feira, o presidente da FNF, José Vanildo, disse que ainda não recebeu o pedido de alteração de data pelo clube mossoroense, mas que estudará a proposta quando isso ocorrer. Ele informou ainda que, havendo a possibilidade, não irá se opor à mudança. Se confirmada a alteração, o primeiro jogo oficial do ano no Nogueirão será no domingo (29), às 17 horas, entre Baraúnas e ASSU.
Fábio Oliveira/F9.net.br

Treinadores de América-RN e ABC revelam preocupação com segurança

Nos últimos dias, uma rebelião no maior presídio do Rio Grande do Norte desencadeou uma onda de violência e de insegurança no Estado. A Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, absorveu todo o efetivo de policiamento, inclusive o de enfrentamento específico, para controlar o motim dos detentos (veja a cobertura completa no G1 RN). Fora dos muros, a população tenta seguir o dia a dia, mas preocupada com possíveis ataques de terrorismo. A apreensão também invadiu o mundo do futebol potiguar e, nesta sexta-feira, um impasse foi gerado para que o clássico entre América-RN e ABC, marcado para o próximo domingo, na Arena das Dunas, fosse adiado. Após um pedido da PM, a partida foi suspensa. Porém, com intervenção do governador Robinson Faria, o presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol, José Vanildo da Silva, o jogo foi mantido no calendário da competição estadual. Os dois clubes mantém a preparação para o jogo, mas por um momento, suspenderam os trabalhos em seus centros de treinamento. No ABC, Geninho pediu à assessoria que o informasse sobre possíveis alterações do jogo ainda durante o treino, ocorrido no Frasqueirão. Para o técnico, saber das mudanças possibilita uma readequação na logística do clube. O treinador reforçou que precisava saber se mantinha o planejamento de treino deste sábado, véspera do jogo e se inteirar da segurança interna da Arena das Dunas, local da partida.
ABC - Geninho, técnico (Foto: Allan Phablo)Geninho lamenta clima de insegurança no Rio Grande do Norte(Foto: Allan Phablo)
Eu acho que essa situação que estamos vivendo é preocupante, não só em relação a esse jogo. As coisas fugiram um pouco das penitenciárias e vieram para as ruas de Natal. Existem pessoas que não estão presas e fazem parte de alguma das facções criminosas. De repente, tem na torcida pessoas das duas facções. Essa é a preocupação da polícia. Eu acho que a polícia não quer mais problema, porque já está tendo dentro das penitenciárias e nas ruas da cidade. No jogo, vai ter que administrar entre as torcidas. É difícil - disse. Com a manutenção do Clássico Rei, Geninho torce para que as arquibancadas contrariem o clima da cidade e deem exemplo de cidadania. Eu espero que possamos dar um exemplo de cidadania e comportamento para que as coisas aconteçam da maneira normal, como devem ser. Eu espero que a torcida do ABC vá e apoie o time. Tenho uma preocupação, que é normal devido as circunstâncias, mas vamos torcer para que nada aconteça - completou o técnico alvinegro. No América-RN, Felipe Surian não soube do possível cancelamento da partida até o fim do treino, que foi fechado para a imprensa e a torcida nesta sexta, na Arena América. Segundo o técnico, caso haja o cancelamento, será feita uma reordenação no trabalho da equipe. A garantia de segurança dada pelo Governo do Estado à FNF tranquiliza o treinador, que demonstra confiança na decisão. A gente nem ficou sabendo dessas mudanças durante o treino. Seguimos uma programação a qual tínhamos estabelecido. Mas, caso haja mudanças, nós acatamos as orientações que vem da Federação. O Rio Grande do Norte passa por um momento difícil em questão de segurança, mas eu tenho certeza que o governo vai escolher a melhor forma para lidar com isso - contou.
Felipe Surian técnico do América-Rn (Foto: Canindé Pereira/Divulgação) 
Felipe Surian soube do impasse para o Clássico Rei após o treino desta sexta
(Foto: Canindé Pereira/Divulgação)
"Jogo da paz"
Para o presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol, José Vanildo da Silva, a garantia de segurança dada pelo governador Robinson Faria proporciona a convocação dos torcedores dos dois times para o que haja o "jogo da paz" na Arena das Dunas. Estou feliz, contente, porque o grande resultado do jogo, o vencedor é a cidadania. O povo não pode se submeter e ficar refém a esses bandidos e colocando em polvorosa a população. A FNF compreende a cautela que tem a Polícia Militar, em favor do cidadão. Passada essa situação, é contornar o torcedor e esperamos o público no estádio. Quero convocar o torcedor para o jogo do paz e dar uma demonstração de força, abraçando à PM, apoiando a decisão corajosa do Governo - declarou.
Por Natal

Campeonato Potiguar 2017 - Gols da 2ª Rodada